quinta-feira, setembro 10, 2009

Certeza

"Na solidão,na penumbra do amanhecer
via você na noite,nas estrelas,nos planetas
nos mares,no brilho do sol e no anoitecer.
Via você no ontem,no hoje,no amanhã
Mas não via você no momento.
Que saudade...
(Mário Quintana)
.
A certeza mora dentro de uma caixinha
Protegida por paredes de esperança
Só esperando que seu dono
Diga a hora em que vem a bonança.
.
Vive ali acorrentada e bem guardada
Buscando a corretenza das águas
Sofrendo,mas acreditando
Que sua semente fora bem plantada.
.
Certeza é um bem precioso
Martela e tem brilho de vitória
Ela sabe os caminhos da estória.
.
Luta contra as forças da discordia
Mas no fim vence
Pois enraizasse na memória.
(sel)

6 comentários:

Vitorio disse...

Sel
Seu universo interior é sempre muito maior do que minha compreensão ousa definir.
Mas entendendo-te por fragmentos sinto melhor teu sabor.

Não me faça esperar tanto por tua próxima postagem. São sempre muito gostosos esses momentos.
Um carinhoso beijo.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Ai Sel,

E quando temos a certeza que tudo vai dar certo? Melhor ainda!

Que seu final de semana seja maravilhoso, menina linda.

Beijo bem grandão!

Rebeca

-

Mary Joe disse...

Sel, achei linda e delicada essa poesia. E melhor ainda, gostei do tom "mais pra cima" dela.

Acho que vc é mesmo muito talentosa e faço minhas as palavras do Vitorio: não me faça esperar tanto por tua próxima postagem.

Adoro seu blog.
Beijo carinhoso
Mary Joe

Mary Joe disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
sel disse...

Adoro todos...moram em meu coração..sempre e sempre!!!!

Spiritual disse...

A certeza e a semente... são coisas que precisam ser constantemente alimentadas... e não por falsas crenças, que apenas as levam à ruína mais rapidamente... mas pelos argumentos que nos dá a própria realidade, tão mais firmes e sólidos quanto mais eficaz a nossa capacidade de ver essa realidade de forma cada vez mais profunda... e de percebermos que os caminhos estão lá sempre, podem é estar encobertos...