sexta-feira, outubro 30, 2009

Traficante de almas

Com esta poesia participei e fui uma
das selecionadas do

III Concurso de Poesia da
Faculdade de Itararé(FAFIT/FACIC)
.
Anjo negro de olhos sangrento
invisivel como o vento
faz morada nos pensamentos.
.
Doce voz andarilha
percorre o corpo,busca o gozo.
Delírio acreditado com fé.
.
Coração mané
captor de imagens,destino inexistente
falsa corrente.
.
Um sopro,suspiro
Ajudo-te meu amado filho
arrancarei-lhe os espinhos.
.
Basta se jogar nos trilhos
Vai!Minta,corrompa-se
Uma voz tempestuosa,timbre carinhoso
.
Um grito ao fundo
Aleluia!
Salvador do mundo.
.
Dinheiro e fé
Lágrimas e súplicas
Deboche na mesa do café.
.
Reino e céu
você sentado como réu
.
Sujeira,niguém está salvo.
Corpos queimando no limbo
Entranhas sorvendo o fogo.
.
Línguas fazendo o jogo
Lambe,desliza as curvas.
Entre a fumaça no altar,ele...
.
Poderoso,com toda calma
O traficante de alma!
.
(sel)

"Inquieto como as ondas do mar,
assim ando eu pelo mundo..."
(Lao Tsé)

10 comentários:

R. S. Tomé disse...

Oi, lembro, sim. "Traficante de Almas" diz muito sobre como você pensa e sente a poesia. Um Augusto do Anjos contemporâneo. Nos demais textos vejo muito erotismo e me agradou muito. Estou te seguindo.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Sel,

Parabéns pelo concurso e pelo mérito da seleção. Você escreve com o coração e isso quem lê sente.

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

sel disse...

Olá,qta honra sinto em vê-lo aki,Rodrigo,nossa ser comparada assim a um mestre deste caramba é muito bom..espero te ver sempre por aki e cá entre nós vc arrassou na apresentação,tirou a maior onda...bjos!!!!!

Oi,Rebeca,adoro qdo vem aki,obrigada como sempre...e tda vez que vou no seu cantinho saio de lá apaixonada...kkkk...bjos!

Yo_O disse...

rsss que bom que vc gosta!!
mais fazer barulho é aminha marca!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Néctar da Flor é um blog que sempre soube receber e retornar seus comentários. Nunca deixamos ninguém, por motivo algum, no silêncio de uma visita quando vem à nossa página. Por esse motivo queremos presentear todos os amigos, que assim como nós, sabem acolher qualquer pessoa que chega com gentileza na sua casa virtual. Sem recriminação, sem preconceito, sem frescura.



Simplesmente porque:



Acolhe com o coração!



Beijos jogados no ar, sempre!



-

Mary Joe disse...

Sel, parabéns. É um belo poema. Vc é mesmo muito muito talentosa.

Vitorio disse...

Sel imensidão
capacidade coração
mergulhos infinitos
belos escritos
Beleza cor
Sutileza Amor
Amiga constante
Formiga elefante...

puts... acho que caguei no final.
Sel te adoro
Bjs.

sel disse...

Vitório,que delicia foi ler isso..olha que eu gamo...kkkkk..bjos!!!

sel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Profeta disse...

Frias pedras, negro basalto
Sentinelas do receio à tempestade
Testemunhas da viajem do tempo
Cobertas de sal, guardiãs da verdade

Mas, não há duas reais verdades
Não há rios que correm para o alto
Não há amor num coração que mente
Não há ternura sem viver o momento


Vem viver a minha cidade inventada


Doce beijo