segunda-feira, janeiro 31, 2011

Órbitas já conhecidas


"Meu único medo...
é não conseguir vencer a mim mesma!"
(sel)
.

Seria fácil fugir
das algemas do medo
se antes de tudo,não
existissem trevas
acolhedoras dos pensamentos
perdidos nos vales
assombrosos do abismo.
Quem sabe até brincaria
de tiro ao alvo
se aqueles olhos negros
vaporosos por lágrimas
não conhecesse cada
direção da pedra
ao ser lançada.
Tenho perguntas
que nem sempre
encontro respostas.
E quando as encontro
numa esquina vazia
sou assaltada por
órbitas já conhecidas,
dúvida e medo
olhos que nunca descansam.
(sel)
.

"Não há céu sem tempestades, nem caminhos sem acidentes.
Só é digno do pódio quem usa as derrotas para alcançá-lo.
Só é digno da sabedoria quem usa as lágrimas para irrigá-la.
Os frágeis usam a força; os fortes, a inteligência."
(Augusto Cury)

Um comentário:

Contado histórias disse...

Sel
Sábia, deliciosamente sábia.
Certamente vc teve muitas vivencias nesta sua vivencia.pq, seus textos espelham muito mais do que espelharia qq outra pessoa de sua geração.
Bjs.