quinta-feira, maio 21, 2009

?!Duvidas!?

"Quanto desejo existe em meu peito...ahhh,quanto desejo...
Em meu corpo em erupção,
sonhos perdidos em labirintos
de libidos convulsivas...desejo!"
(sel)
.
Aquele vapor de dedos
Que enlaçava meus seios,
Infiltrando-se e tragando
de minha seiva.
.
Vinha com sede e vontade,
como um legista a examinar
um corpo desfalecido.
Penetrava-me teu membro endurecido!
.
Gemendo de prazer
As lágrimas ardentes a escorrer,
da frescura e douçura
daquele ser.
.
Quiz morrer entre tuas pernas,
entre o fluxo íntimo que jorravas.
Por Deus,será que eras amor
o que sentias?

5 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Morrer entre as pernas é saber ressuscitar emoções...

Beijo grande, menina linda.

Rebeca

-

Asas Negras disse...

Sim estava errada, foi algo mais fisico mesmo... Digamos que foi meio que pra mim que estava de cama por causa de uma gripe e por causa de uma cadela pit bull de dois anos que eu tive que arranjar um lar e estava muito machucada...

Edson Marques disse...

Selma,


Belíssimo poema!


A própria foto, deliciosamente, serve-lhe de moldura.



Abraços, flores, estrelas..

Fau Ferreira disse...

Pronto! Já estou aqui no seu novo blog, as poesias continuam lindas como sempre!!!

beiiiiiiiiiijo

Porcelain Doll disse...

Se é prazer de verdade que sentes... pois bem, é bem possível que seja amor... :)

Beijinhos grandes!