segunda-feira, maio 25, 2009

Passeio louco

"A palavra é o fio de ouro do pensamento"
(Sócrates)


As palavras caiem
Em meu ouvido
Como ejaculação.
Saem...saem...
Com limites de emoção.
.
Desnorteada da viajem
vazam...vagam...
Por enigmas emoldurados
Juntam-se num coma chaveado!

4 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Selma,

Palavras que jorram desse jeito, vivem em êxtase... adoro palavras assim.

Você é um amor, menina linda.

Beijo grande.

Rebeca

-

Porcelain Doll disse...

As palavras dão forma ao pensamento... tornam-no palpável e permitem que, com as devidas barreiras, nos aproximemos dos outros através delas... as palavras aprisionam o pensamento para depois o libertarem...

Das melhores e mais raras sensações, surgem-me quando as palavras caem, como se viessem do céu, e eu tivesse o poder de as libertar... como se fossem preciosas revelações das quais eu sou apenas um veículo...

Gosto muito do aspecto do teu blog, da fúria com que escreves e da vivacidade com que comentas os meus humildes textos... :)

Muitos beijinhos!!

Cadinho RoCo disse...

O libertar das palavras traz impressionante intensidade.
Cadinho ROCo

sel disse...

Obrigada pelo carinho sempre...Rebeca obrigada pelo comentário...palavras tem que ter intensidade mesmo...bjos linda!

Porcelain doll,caramba sinto-me lisonjeada sendo elogia assim,logo por ti que tem um dominio maravilhoso com as palavras,como escreves bem...obrigada,sou muito fã de seus textos!

Oba gente nova no pedaço,valeu a visita Cadinho Roco..e volte sempre!!!!bjos!